Inspirar-Poesia, um segundo sopro

o doce sabor de blogar

Por Sueli Maia (Mai) em 11/19/2008
Diários, chaves, sigilo, proibição
Blogs, web, visibilidade, permissão
Armários, gavetas, paradigmas
Rede, mundo, diversidade
Exclusão, solidão
Inclusão, compartilhamento
Poder, fronteiras, submissão
Direito, amplitude, liberdade
E o que é o sabor?
Alquimia de gostos, cheiros, paladar
que línguas provam, aprovam ou reprovam
e é diverso o sal, muito ou pouco
azedas e amargas são as críticas que destroem
E o que trazem os ventos?
inesperados tempos, tempestades...
Fortes ou fracos, alísios ou não...
E como são as marés?
Previsíveis ou nem tanto...
Com mistérios lá bem fundo...
Como as águas e as emoções DOS POETAS
altas ou baixas, avançam ou recuam...
Mas servem à navegação que conduz
Marinheiros ou piratas,
pescadores ou Agressores...
Por fim, nada importa pois
apesar de sensíveis: Teresas, Iedas, Alziras, Carlas, Marias,
Flávias, Patrícias, Jacintas, Julianas, e todos os poetas do mundo sem fronteiras,
aceitam e digerem
Quase tudo que possa vir, em meio à
DIVERSIDADE...

30 comentários:

tossan disse... @ 19 de novembro de 2008 23:13

ah...isso sim é poesia moderna, ainda vou aprender isso. Muito bom, gostei demais! Bj

Mai disse... @ 20 de novembro de 2008 00:44

Oi tossan,
sinto-me honrada em tê-lo como seguidor do "Inspirar".
Na verdade isto que aqui denominas como poesia moderna, vejo lá, em teu espaço poético.
Obrigada pela visita, comentário e adesão.
Abraços.

Léo Mandoki, Jr. disse... @ 20 de novembro de 2008 00:45

tossan sabe de poesia viu!!!
sempre tive inveja dos poetas pq??
acho q poeta consegue dizer em 3 palavras o que os outros precisam de 30
e vc alem de ser poeta tbm trabalha a estetica visual da escrita
PUTZZZZ..maltrata néh!!!
vou te linkar viu....nao te perco mais
beijossss

Mai disse... @ 20 de novembro de 2008 01:06

Oi Léo, eu gostaria de recebê-los sempre porque com comentários como o seu, o de tossan e de tantos outros, sigo em meu aprendizado-navegante.
Acho que aprendi a "poemar" com vocês.
Grata pela visita e comentários
Abraços.

Flávia B. disse... @ 20 de novembro de 2008 03:41

Eu li esse post e abri um sorriso deste lado de cá =D

e esse é só o começo, querida. Só o começo...

Beijos, e que essa vida blogueira te traga ainda muitas outras alegrias, muitos outros amigos, muitas outras supresas!

Mai disse... @ 20 de novembro de 2008 11:04

Oi, Flá.
Aquele sorriso lindo!
Fantástico!
Tua presença enobrece. Adorei te ver por aqui.
Carinho, muito carinho.

Flávia B. disse... @ 20 de novembro de 2008 13:49

Vim avisar que agora te sigo. Tipo o Sting cantava, lembra? "I'll be watching you", rs...

E sabe o que enobrece? É a blogosfera ter ganho mais um representante de peso, desses que a gente saliva, de tanta água na boca de ler. Você.

Beijos e sorrisos, muitos!

Esther disse... @ 20 de novembro de 2008 14:00

Oi Mai, querida...

Estou meio sumida mesmo,um dos motivos é o corre-corre de final de ano, mas aqui estou degustando esse texto maravilhoso..
Acabei de linka-la, quero te seguir bem de pertinho, pois me dá sempre muito prazer vir aqui!

(confessando só para vc: tenho muita dificuldade com comentários, não sei analisar tecnicamente e traduzir sentimentos em palavras demoro 'um ano' enfim..)


bjs e tenha um excelente fim de semana!



..

Mai disse... @ 20 de novembro de 2008 14:05

Flavinha...
:):):):):):)

Risos de alegria, encantamento, felicidade, pura.
Nem comentarei teu comentário...
Beijos,
Gracias!

Mai disse... @ 20 de novembro de 2008 14:09

Esther, alma linda!
Quando tiveres facilidade em comentar, então....
Oh! Esther, és perfeita em tua poesia.
Em tudo está a tua poesia.
Não entendí este teu "segredinho", confessado...
Ah! Agora sim, é tua modéstia, tua humildade,Grandeza.
Belas amizades nascem assim.
Obrigada pela visita, comentário e link.
Abraços.

Sunflower disse... @ 20 de novembro de 2008 14:38

Afinal, Navegar é preciso!

Taís disse... @ 20 de novembro de 2008 14:38

Linda poesia!
Aliás, lindo todo seu espaço aqui.
Gostei muito
Bjos

Márcio Ahimsa disse... @ 20 de novembro de 2008 16:01

...todos os poetas digerem
todas as coisas que sapecam a alma
que depois fana, que depois inflama
e produz âmbar que brota da pele em escamas, que mancha o branco e o negro do corpo,
que é um escopo de liberdade.
Todos os poetas são saudade, miragem
intuitiva nessa comitiva desgastante
chamada vida: me convida a participar de ser poeta.

Beijos. Obrigado sempre.

Márcio Ahimsa disse... @ 20 de novembro de 2008 16:11

...ah, eu também coloquei o link do teu blog na minha página principal na parte dos meus links preferidos, ok...

Beijão querida.

Um pouco de mim em você, um pouco de você em mim: energias se compartilham, sejam em versos, sejam em luz.

FERNANDA & POEMAS disse... @ 20 de novembro de 2008 18:28

querida Mai, gostei tb do teu blog, lindo...Beijinhos de carinho,
Fernandinha

FRAN "O Samurai" disse... @ 20 de novembro de 2008 18:34

Oi amiga!

Adorei seu poema, adoro o jeito como você brinca com as palavras. Toda sutileza e delicadeza que me trazem alegria ao ler.

Poetas, poemas, poesias... Um dia eu chego lá!

Blogar é algo que comecei faz pouco tempo, e cada dia que passa isso se torna meu passatempo predileto. Agoro ler e escrever, e a internet pra mim foi uma das melhores coisas que o ser humano criou. Ele une todos à todos, une pensamentos e pensadores, une anônimos que se tornam amigos anônimos.

Tudo é livre...

Parabéns pelo poema.

Adoro estar aqui.

Beijo...

Mai disse... @ 20 de novembro de 2008 20:11

Oi, Tais.Seja bem vinda.
Obrigada pela visita e comentário. Volte sempre.
Abraços.

Mai disse... @ 20 de novembro de 2008 20:12

Oi, Sun.
Fui conferir teu cantinho. Delícia aquilo...
Adorei teu texto-apelo.
Grata pela visita e comentário.
Volte sempre.
Abraços.

Mai disse... @ 20 de novembro de 2008 20:14

Oi, Márcio.
Penso que conseguiste encontrar o fio deste espaço. A tua inspiração. A inspiração de todos aqueles que vierem aqui.
E tu, com a tua assinatura poética, escrevendo o teu comentário-poesia.
Indispensável a tua visita.
Abraços.

Mai disse... @ 20 de novembro de 2008 20:15

Olá, Fernanda.
Seja bem vinda.
Obrigada pela visita e comentário.
Volte sempre.
Abraços.

Mai disse... @ 20 de novembro de 2008 20:15

Olá, Fran.
Fiquei feliz em revê-lo neste espaço.
Grata pelo comentário inspirado.
Volte sempre.
Abraços.

kilder disse... @ 20 de novembro de 2008 20:21

seu blog tá muito bacana! tudo é legal...parabens!

Mai disse... @ 20 de novembro de 2008 20:36

Olá, Kilder.
Seja bem vindo.
Obrigada pela visita e comentário.
Espero que volte.
Abraços.

Jacinta Dantas disse... @ 20 de novembro de 2008 21:12

Menina,
que jeito mais divertido de ir colocando as palavras. Nossa, dá a impressão de uma gostosa brincadeira, em que você vai arrumando, alinhando as letras, conversando com elas... Bonito esse doce sabor de blogar. Muito legal.
Um abraço

Mai disse... @ 20 de novembro de 2008 21:20

Olá, Jacinta.
Fico feliz com a tua visita.
Também teu nome ali estava.
Abraços,
volte sempre.

Carlinhos do Amparo disse... @ 20 de novembro de 2008 21:45

As cancelas do Sítio estão sempre abertas para vc, Mai.
Blogar só tem sabor por causa desse convívio virtual que se vai entretecendo entre nós.
Abraço forte.

A Senhora disse... @ 20 de novembro de 2008 21:56

E pensar que, embora haja tanta diversidade em meio à blogosfera, embora haja tanta vida que pulsa ao teclar seus sonhos e expo-los a olhos desconhecidos, embora haja tantos sentimentos jorrados em textos que nos façam reconhecer como num espelho, ainda existem pessoas que acreditam que isso é apenas um mundo frio e virtual.

Volto sempre... ;)

Mai disse... @ 20 de novembro de 2008 23:20

Olá, Carlinhos, bom revê-lo.
Olha que eu irei!!!
Grata pela visita e comentário.
Abraços.

Mai disse... @ 20 de novembro de 2008 23:22

Olá, bela senhora,
Quanto prazer sua visita me dá.
Fui ao caldeirão. Lindo aquele teu cantinho.
Volta sim.
Abraços.

Mai disse... @ 20 de novembro de 2008 23:38

Agradecimentos a
Bill, Tossan, Tatiana, Flávia, Esther e Márcio - seguidores inspirados deste blog.

Carinho.

Postar um comentário

 

Seguidores

Links Inspirados