Inspirar-Poesia, um segundo sopro

caórdica...

Por Sueli Maia (Mai) em 7/24/2009
Fracasso é deixar de sonhar, tudo o que se pode realizar. Enfrentar o imprevisível é dropar uma onda sobre uma prancha, contra a força do vento e o movimento do mar, mantendo-se de pé a surfar. Jogos de acasalar e um pouco de tudo nos rituais mimetizãveis das espécies, com coreografias em espetáculos à parte. Lua menina perto do sol e à beira mar, vendo um surf no mar ela observava os dois a jogar. Caos, ordem e o equilíbrio de pólos opostos a se olhar. Cabelos jogados a um e outro lado e um copo erguido com milimétricos goles e lânguidos olhares alternados, com os tragos de um cigarro qualquer. E confrontar não é combater, é apenas olhar de frente e tentar compreender a ótica do outro. Ela seguia a olhar e refletir - Se o ser humano é um ser racional, logo deixará de ser, quando o emocional destrambelhar os hormônios e o juízo se perder, a partir do terceiro gole. Ela já contara mais que cinco e por tantos e depois do sexto, não havia mais razão, apenas bocas, fomes e desejos. Caórdico mundo e o universo é caórdico em meio às paixões. E quanta coisa previsível é indeterminada em começo? Caórdicos humanos e no equilíbrio de pólos opostos que não se chocam mas complementam-se está a beleza caórdica e a grandeza da diversidade que é gérmen do progresso. O corpo não é uma célula do fígado, o homem não é hormônio e os fenômenos do universo não serão apreendidos pela análise de uma partícula subatômica e a competição predatória dos humanos é bobagem porque o homem precisa da mulher e, opostamente, as mulheres suspiram diante dos machos. Matéria primordial, sistema complexo e do caos à ordem, ela optou pela caórdica. Fracasso é deixar de sonhar tudo o que podemos realizar. Ali ela decidiu aprender a surfar.
Imagem : Google

21 comentários:

Vivian disse... @ 23 de julho de 2009 23:54

...bem sabemos que desejos
mergulhados na libido,
não obedecem ordens,
dogmas, raças e conceitos.

bjuuuuu, amore!

☆ Sandra C. disse... @ 24 de julho de 2009 00:37

exato, Mai.. o homem não é um hormônio.. por isso é controlável.

essa é a melhor parte de sermos humanos. mas muita gente insiste em viver como animal, putz!

ando tão cansada disso!

Rafael Belo disse... @ 24 de julho de 2009 02:46

As pessoa nÃO TEM controle, ma sã ocontroláveis. Desconfio daqueles que não sonham, desconfio que perdem o melhor de dormir e acordar. Esplêndido Mai, assim como a foto. beijos
ps:Bota canseira... Drinha... Mas não são os cansaços que nos ajudam a superar- como somos animais!.

Márcio Vandré disse... @ 24 de julho de 2009 10:59

Fracasso é parar e abaixar a cabeça.
Quem não consegue mais levantar e vislumbrar o horizonte, é porque aquiesce com o indesejado.
Fracassar é não sentir o doce furor da vitória próxima.
Fracassar é imaginar um mundo sem amor.

Um beijo, Mai!
Tá sumida!
Se cuide :)

SILVANA PEDRINI disse... @ 24 de julho de 2009 11:26

Belissimo!

Não deixar os sonhos passarem. Mesmo aqueles que parecem impossíveis de se concretizarem. Por muitas vezes deixei oportunidades passarem e em outras engavetei meus sonhos. Aproveito este momento de estabilidade para tentar recuperar um pouco das minhas perspectivas em relação a vida.

E adorei a frase: "E confrontar não é combater, é apenas olhar de frente e tentar compreender a ótica do outro."

beijos no coração

PS>: gostaria muito da sua participação no novo blog, conforme sua vontade.

T@CITO/XANADU disse... @ 24 de julho de 2009 13:39

Já não encanta o ideal que outrora
povoou-nos a mente com milhões de sonhos.
tampouco assusta-nos o vendaval lá fora-que ao mar não pode um pingo causar danos!
O tempo apaga os sonhos mais ufanos...
Se o coração sem sonhos deteriora,
mais se desgasta o de quem sonha enganos.
Pois, neste sonho é como a onda, embora possa agitar o dorso do oceano,
não dura mais que umas poucas horas!
Tácito

©tossan disse... @ 24 de julho de 2009 16:27

Muito bom Mai! Quero o libido sempre comigo. Pessoas do mesmo sexo gostam de pessoas do mesmo sexo, que não é o meu caso! Beijo

Letícia disse... @ 24 de julho de 2009 18:13

Eu sonho mais que criança. Vai ver sou doente, Mai. Muito lindo o seu texto. Não é lindo tipo menininha arrumada pra festa. É lindo porque é verdadeiro.

Beijos, Mai. =)

cela disse... @ 24 de julho de 2009 23:49

os personagens falam, você fala, a palavra fala.
é sempre interessante ler um texto seu.

abraços intensos!
ps: muito obrigado, adorei ficar aqui na sua casinha linda =)

Jacinta Dantas disse... @ 25 de julho de 2009 08:20

É Mai...
sonhar é fundamental, é se colocar diante de si aceitando a incompletude e continuar buscando. E assim, vamos nos fazendo ser.
Beijos, moça.

Ana Rita disse... @ 25 de julho de 2009 11:35

Olá Mai. Sim sou eu. Numa visitinha ao jardim zoológico, rodeada de animais. (:
Olha estiveste tu e estive eu rodeada de papeis.

Beijos Mai
*

Everson Russo disse... @ 25 de julho de 2009 11:41

Conseguindo se dominar, o homem é capaz de conquistas, de sucessos e ganhos, e evitar sempre o fracasso...beijos querida, tenha um lindo final de semana...

Dora disse... @ 25 de julho de 2009 13:43

Então, Mai...O caos e a ordem. o mundo é confeccionado de opostos. Não se impressionar com as impressões unilaterais, só caos, ou só ordem.
Continuar sonhando e realizando, e "surfar" nas ondas pode ser um meio natural de enfrentar desafios, com a adrenalina no alto.
"Fracasso é deixar de sonhar", muito bem dito!
Beijos, beijos, beijos....
Dora

Solange Maia disse... @ 25 de julho de 2009 14:59

E "surfar" em ondas que se completam, como essas lindamente registradas por Clark Little, é o que leva o homem além do território dos sonhos...

Que lindo Mai...

Beijo carinhoso,

Solange

http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

Solange Maia disse... @ 25 de julho de 2009 14:59

E "surfar" em ondas que se completam, como essas lindamente registradas por Clark Little, é o que leva o homem além do território dos sonhos...

Que lindo Mai...

Beijo carinhoso,

Solange

http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

M. Nilza disse... @ 25 de julho de 2009 15:06

Maravilha de texto Mai!

"Fracasso é deixar de sonhar" - esta frase resume quase todo o texto embora vc consiga transcrever diversos sentimentos de uma forma tão real - resumo: ela decidiu aprender a surfar.

Erica Maria disse... @ 25 de julho de 2009 16:57

Mas deixar de sonhar é não viver.

Lindo minha amiga!

Saudades, bjs mtos!

Elcio Tuiribepi disse... @ 25 de julho de 2009 18:26

Oi Mai, sabe que este meu senso de humor é o que me salva a pele nesses meus momentos caórdicos...sei lá, tem horas que se instala um caos dentro da minha ordem, e aí já viu né...rsrs
Deu vontade de inverter sua pegunta e vou fazê-lo, dá licença:

E quanta coisa indeterminada é previsível no começo?

Até mesmo a coragem para se tomar a decisão de querer surfar...

Abraçomiga, na alma...show de bola o texto...

Batom e poesias disse... @ 25 de julho de 2009 18:52

Vim aqui curiosa como sou, quando li seus dois "posts" no blog do Leo Mandoki.
Daí vim aqui e adorei.
A primeira frase já mata a pau!
"Fracasso é deixar de sonhar".

É mesmo.
Bjs
Rossana

Éverton Vidal disse... @ 25 de julho de 2009 19:28

Sim!
E o ser humano se tenta se equilibrar na linha tênue entre a razao e a emoçao.

José Carlos Brandão disse... @ 29 de julho de 2009 18:12

Somos do tamanho dos nossos sonhos.
Vivamos com o pé na realidade - mas não temos apenas um - mas quando sonhamos temos asas.
A realidade é bem mesmquinha - viva o sonho, a alucinação, mesmo se pesadelo! Tudo quer nos tirar do ramerrão cotidiano.

Um beijo.

Postar um comentário

 

Seguidores

Links Inspirados