Inspirar-Poesia, um segundo sopro

matutos

Por Sueli Maia (Mai) em 6/07/2011
In friou
e quando In fria
eu matuto, tu matuta
e nós
aguardente, mel
juntim
p
i
n
g
a
n
d
o

31 comentários:

Rodrigo Passos disse... @ 7 de junho de 2011 18:07

perfeito, perfeito !!!

Por que você faz poema? disse... @ 7 de junho de 2011 19:21

Gota a gota
verso
verbo
palavra
letra

Márcio Ahimsa disse... @ 7 de junho de 2011 23:25

pingar junto
é uma forma
de adormecer
o frio
inoperante
dentro de nós...

Beijo, Mai.

Saudade.

Paula Barros disse... @ 8 de junho de 2011 13:04

Bebe por mim
A pinga

Bebe aqui tuas palavras.

beijo

Lalo Arias disse... @ 8 de junho de 2011 16:04

geniar!!!

nydia bonetti disse... @ 8 de junho de 2011 19:11

Eita, Mai! Esse com certeza iria para o Livro da Tribo. Ano que vem já sabe: até fevereiro. Não fica brava comigo, mas acho tua poesia ainda melhor que tua prosa... :) Teus poemas são demais! beijooos.

tonholiveira disse... @ 9 de junho de 2011 02:12



põe.matut.ando nisto!

:o)

dade amorim disse... @ 9 de junho de 2011 16:08

Adorei, Mai!

Beijo

Letícia Palmeira disse... @ 10 de junho de 2011 10:53

Eu matuto o tempo todo. Até dormindo.

Beijo, Mai.

Ribeiro Pedreira disse... @ 10 de junho de 2011 21:42

eu assuntano esses versos, na beira do rio.

claudete disse... @ 10 de junho de 2011 23:29

Matutando nos teus versos,abro meu bau de recordações, que saudades que tenho da fogueira acesa na frente da casa, do cheiro de pamonha e canjica, da pinga com melaço , da cana e do bagaço, da pureza genuína do cabloco nordestino , soltando fogos e ronqueiras ,olhando o céu estrelado , assando milho na fogueira e honrado com suas vestes e pose de matuto. ( Adorei Mai

Dauri Batisti disse... @ 13 de junho de 2011 09:31

Querida amiga,
estou num projeto de pesquisa em psicologia aqui na Universidade federal do Espírito Santo em que procuro olhar essa profusão de escrita-literatura na internet.
Tomo estas escrituras que se mostram nestes blogues - poemas, crônicas, contos, novelas, e outras formas de expressão em que predomina a escrita como uma forma de literatura, mesmo que uma literatura de anônimos, “deslivrados” escritores, desconhecidos sujeitos do dizer.
A intenção da pesquisa é - falando com poucas palavras - investigar nesses espaços ciberculturais denominados blogues, pela escritura-literatura que neles se publica, a constituição de sujeitos, modos de existência, de resistências, empoderamentos de vida.
Tenho que selecionar um certo número de blogues dentre tantos o seu é, seria um deles. Espero contar com a sua colaboração. Aguardo resposta. Lá no essapalavra você encontra meu e-mail, ou lá mesmo pode deixar seu comentário-resposta.
Sua colaboração consistiria em ter umas “conversas” comigo, pelos modos-meios “virtuais”, pelos comentários no blogue, por e-mail, etc, etc.
Obrigado.
Um abraço,

Dauri

MIRZE disse... @ 14 de junho de 2011 15:17

Maravilha, MAI!

E depois de pingar muito juntim.... fumo morrendo tudim.

Demais, amiga!

Beijos

Mirze

Edu disse... @ 15 de junho de 2011 11:02

Pra ficar quentão quentão!!

Adorei!

guru martins disse... @ 15 de junho de 2011 21:28

...fogueira
quentão
vinho quente
p
i
n
g
a
n
d
o
.
.
.

bj

tossan® disse... @ 19 de junho de 2011 12:26

Profundo! Tão profundo quanto pingos... Matuta! Beijo

Vivian disse... @ 20 de junho de 2011 01:08

...e pinga
pingando
matutando
na tua
inspiração!

bjs de saudades!!

boa semana, alma linda!

Curiosa disse... @ 20 de junho de 2011 19:20

lindíssimo poema .... belos escritos por aqui, gostei muito .. até linkei ... bjim ...

Amanda Lemos disse... @ 25 de junho de 2011 19:27

Gostei bastante do Blog.
Muito interessante !

É bom ver a cada dia que passa mais originalidade nessa "blogosfera". :)

Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir..;
http://bolgdoano.blogspot.com/

Muito Obrigada, desde já !

Malu disse... @ 2 de julho de 2011 15:54

Mai, estou aqui, degustando com todos os órgãos dos sentidos, cada gotinha que pinga... pinga... pinga...
Lindo demais.
Esse matuto sabe o que é sentir a VIDA em toda sua extensão.
Beijinhos, linda!!!!!

Eurico disse... @ 9 de julho de 2011 17:53

Oi, minha amiga querida,
como é bom ter vc por perto...

Abraço carinhoso.

JOE ANT disse... @ 12 de julho de 2011 06:16

E eu aqui calentando,
matutando,
quão fria eu gostaria
a noite,
em que me afoite,
para adentrar
com pinga e fel,
a solidão, o açoite,
que em mim rebate,
num remate de frieza,
da gelidez de tanta noite,
que se prolonga no tempo.

Abraão Vitoriano disse... @ 14 de julho de 2011 22:14

O blog “É O MENINO HOMEM?” vai comemorar o 3º aniversário e convidado especial é VOCÊ! Convido-te a participar do Blogagem Coletiva: “MINHAS PRIMEIRAS LEITURAS”, que acontecerá neste domingo (17 de Julho), com a intenção de promover um interessante diálogo sobre as iniciais experiências no universo encantado das palavras... Não deixe de conferir e rememorar momentos tão inesquecíveis! Confirme sua presença no meu blog e veja o regulamento para a postagem.

Um beijo,
do MENINO-HOMEM

Fique com Deus!

Rafael Belo disse... @ 19 de julho de 2011 14:31

Que saudade eu estava de visitar e ir pingando a vida poética aqui fluída. Belo Mai! saudades de ti beijos

Renato Ziggy disse... @ 28 de julho de 2011 01:15

eu, tanto tempo sem mergulhar... e você gotejando... beijos!

Solange Maia disse... @ 29 de julho de 2011 10:48

e, se no fim das contas, ficaram
j
u
n
t
i
m,
então valeu !!!

saudades de você Mai...

beijo carinhoso

Fred Caju disse... @ 31 de julho de 2011 12:53

Muito bom, Mai! Tanto na sonoridade como no visual!

dade amorim disse... @ 31 de julho de 2011 22:15

Maim não fica sumida daqui não, tá?
Beijo.

Malu disse... @ 10 de agosto de 2011 13:29

Hoje estou passando apenas para lhe fazer um convite.
Estou falando do www.superlinks.blog.br que é um site agregador que vale a pena visitar, pois é mais um espaço no qual você poderá publicar seus links de matérias, pois é um site sério e com critérios bem positivos.
Espero que goste da dica.
Um grande abraço

Anna Amorim disse... @ 27 de novembro de 2011 01:47

Gostei muito!

uma grande abraço,

Anna Amorim

Marilu disse... @ 22 de dezembro de 2011 01:10

Querida amiga,

É Natal...
Um momento doce e cheio de significado para toda a nossa vida...
É tempo de repensar valores,de ponderar sobre a vida, e tudo que nos cerca.
É o momento de deixar nascer essa criança pura, inocente e cheia de esperanças que mora dentro do nosso coração para termos um mundo com muito mais Amor e Paz!!!
Desejo a você e toda a sua família um Natal abençoado e cheio de alegria.
FELIZ NATAL!!!!!

Beijocas de luz e paz...

Postar um comentário

 

Seguidores

Links Inspirados