Inspirar-Poesia, um segundo sopro

fruindo

Por Sueli Maia (Mai) em 5/12/2012
.
.
.
naqueles dias precisei desaprender quase tudo


o céu era velho
a voz era gasta
e eram feitos de véspera os tons tardios do meu sol


[quis renascer]


fechei os olhos
respirei lentamente e
[pela fresta dos lábios
foi como se o céu entrasse


eu quis aquela luz


inteira
em mim

26 comentários:

nydia bonetti disse... @ 12 de maio de 2012 13:42

Dias assim nos mantêm... E o poema é réstia dessa mesma luz. Lindo Mai. Bjos!

Andrea de Godoy Neto disse... @ 12 de maio de 2012 16:24

que bonito, Mai!

desaprender é tão mais difícil do que aprender... requer toda a entrega

beijos!
eu tinha saudades deste blog :)

Ester disse... @ 12 de maio de 2012 16:28

É difícil viver sem essa luz.. lindo!

Tania regina Contreiras disse... @ 12 de maio de 2012 16:47

Muito bonitos, Mai! E eu quero também essa luz...em mim! rs
Beijos,

Lara Amaral disse... @ 12 de maio de 2012 17:53

Maravilha ter publicado!

Sempre gostei tanto de te ler!

Beijo.

Marilu disse... @ 13 de maio de 2012 01:23

Querida amiga,
Mãe,
Teus braços sempre se abrem quando teu filho precisa de um abraço.
Teu coração sabe compreender quando teu filho precisa uma amiga.
Teus olhos sensíveis se endurecem quando eles precisam uma lição.
Tua força e teu amor os guiaram pela vida e lhe deram as asas para
que eles pudessem voar.
Feliz Dias das Mães. Beijocas

Assis Freitas disse... @ 14 de maio de 2012 09:43

"feitos de véspera", ah como me incitam em ânsia,



beijo

tossan® disse... @ 20 de maio de 2012 03:23

Era velho eu sei, mas fechei os olhos e as pessoas que respirei poesia foram como o céu saísse. Penso e nunca dispenso como dispensaram-me. Abraço

Beto Canales disse... @ 1 de junho de 2012 19:30

Muito bonito.

Carla Diacov disse... @ 2 de junho de 2012 18:15

linda!

dade amorim disse... @ 9 de junho de 2012 17:21

Mai, há tanto tempo não vinha aqui, e foi uma grande alegria voltar.
O poema é lindo!
Beijos.

Bruna Isidoro Sampaio disse... @ 2 de julho de 2012 22:27

Mai! Seus pensamentos são como cristais que ao receberem a luz do Sol refletem arco-íris por todos os lados. Eu vejo o colorido ao ler suas poesias! E há tempos eu não vinha aqui! Um abraço de carinho!

Verso Aberto disse... @ 4 de julho de 2012 14:28

que belos poemas
em ótimo blog

virei mais vezes respirar estes ares de luz

abs

Tanara Adriano disse... @ 16 de julho de 2012 16:02

muito bonito;

Se puder e quiser flor, segue no meu novo blog?
Beijo!

Vida disse... @ 29 de julho de 2012 21:50

A luz dos teus versos caiu sobre minha alma e reascendeu minha esperança...
Beijo.
Sigo com vc.

Márcio Ahimsa disse... @ 5 de agosto de 2012 12:17

De repente, algo de nostálgico tomou conta de mim, a saudade veio, a rua veio, o lugar veio, a prosa veio e eu vim até aqui...

Beijo Mai querida.

Rafael Belo disse... @ 7 de agosto de 2012 14:49

sem saber fiz uma poesia com o mesmo título do seu coletivo de borboletas mais abaixo. Que saudade de tuas belas palavras, sua sutileza e pegar na mão, porque toda esta Luz na verdade vem de nós! bjs saudosos

Elisa Zambenedetti disse... @ 11 de outubro de 2012 10:13

Lindo demais!
Beijo grande.

NDORETTO disse... @ 13 de outubro de 2012 12:45

Meu Deus, cadê você ?
Estou por aqui,lendo suas coisas.Tudo bem? Abraços! :)

Lisa Alves disse... @ 8 de janeiro de 2013 16:02

Renovação é a palavra que busco. Chega de trevas!

Blue disse... @ 7 de março de 2013 13:25

A luz que procuramos,
esta a renascer,
todos os dias ,
lá no horizonte!

Beijo

Fabio Rocha disse... @ 9 de maio de 2013 13:39

Que lindo!

:.tossan© disse... @ 21 de maio de 2013 13:56

Você apagou o Arco-iris e agora está desenhando outro. Bj

Carla Diacov disse... @ 2 de outubro de 2014 12:18

Atualiza! <3

Uouo Uo disse... @ 30 de abril de 2015 12:15


thank you

سعودي اوتو

Uouo Uo disse... @ 30 de abril de 2015 12:16


thx

كشف تسربات المياة
غسيل خزانات
شركة نظافة عامة

Postar um comentário

 

Seguidores

Links Inspirados