Inspirar-Poesia, um segundo sopro

d’entes im_perfeitos - ironia e Mai_EU_tica

Por Sueli Maia (Mai) em 4/22/2009
Partejo-me em arte. A ironia fez-me teimosa e bem humorada. Manter-me viva ajuda-me a parir novas asneiras literárias. Dou luz à palavras parindo inutilidades. Sempre haverá um leitor desavisado e amigo que lerá minhas sandices e até poderá dar risadas. Sei pouco sobre muita coisa e questiono o mundo das aparências. Não sei quais os caminhos e limites que a ditadura da nova estética bucal nos levará. Pouco sabemos sobre as dores que os dentes im_perfeitos provocam nos homens. Não me admito alienada. Calar-me deixa-me a incômoda sensação de ser uma marionete em teatro de bonecos. Eu sinto dores mandibulares e hoje interroguei-me acerca da utilidade dos aparelhos ortodonticos. Seriam moldes perfeitos à modelar as arcadas dentárias, supostamente imperfeitas? Seriam moldes de sorrisos perfeitos? Toda regra tem sua exceção. Mas será que a perfeição concebida pelo humano, também não seria imperfeita? Ou inversamente, não poderia a imperfeição, naturalmente embelezar-se? Nascemos biografados pela genética. Mas seria em tudo? Não haveria outra verdade? Minha Maieutica é uma loucura e, coerente ou incoerentemente sou lúcida e ambígua. Do pouco que sei, sei pouco. Sei muito bem, naquilo que errei. Mastigo bastante os alimentos antes de engolir. Mas dentes tortos que se encaixam aos ossos maxilares de forma inadequada, podem causar a deterioração dos músculos e provocar dores. Eu não sabia disto até hoje à tarde. Um ortodontista sugeriu-me um aparelho. Teria a mesma função de um mantenedor fixo. Seriam braços de arame com uma base encaixada sobre a mandíbula. Um freio mode_la_dor. Eu sinto dores. Mas pior do que as dores do mundo, são os breaks e freios.
.
Imagem: Google
Música: Sábios costumam mentir - João Bosco
.

18 comentários:

Erica Maria disse... @ 22 de abril de 2009 22:19

"Eu sinto dores. Mas pior do que as dores do mundo, são os breaks e freios."

Concordo com vc amada Mai!!

Saudades suas, lindas palavras como sempre!

* Tem selinho pra ti querida!

Carinho!

Menino-Homem disse... @ 22 de abril de 2009 22:35

"Do pouco que sei, sei pouco."
Mai,
refletir é sempre o melhor e mais digno caminho...
e se fosse inventado um aparelho que ajudasse os homens a mastigar melhor suas palavras?
seria ótimo.

muitos, muitos beijos
e como foi bom te sentir...

nestes momentos meus de recarga
suas palavras me acalmam...

carinho,

Jacinta Dantas disse... @ 22 de abril de 2009 22:54

A dor que fustiga o rosto me deixa frente a frente com as máscaras, dentre elas, a máscara de folha de flandres que calam minha voz nos nós formados na garganta por lágrimas engolidas. Ferros, freios, acrílico... todos são lembretes da dor que está lá, no fundo, na alma.
Eita que vc faz cada texto. Textos que fazem refletir e, por que não, esquecer a dor.
Beijo

Cadinho RoCo disse... @ 22 de abril de 2009 23:03

Já passei por poucas, boas e calorosas discussões com dentistas. Já entrevistei um dito fera na especialidade maxilobucofacial e por aí vai. O fato é que quando o assunto é dente paro respiro e lembro da minha querida dentista, a Mônica, cuja dedicação faz dela alguém que respeito muito, seja por sua competência, seja por seu carinho para com o que faz.
Cadinho RoCo

tossan disse... @ 22 de abril de 2009 23:24

Olha só que dor...Já me arrancaram um dente saca-rôlhas do céu-da-boca, mas concordo com o final. Belíssimo texto menina! Beijo

€ster disse... @ 22 de abril de 2009 23:28

Sua Maiéutica é fabulosa! Quisera eu decifrar metade do que escreve..

resta-me sentir, isso o faço bem!

Agora me diz, como pode sorrisos sem dentes dos bebes serem tão adoráveis?!

bjs^^

Dauri Batisti disse... @ 23 de abril de 2009 07:19

Há qualquer coisa de diferente na forma deste texto. Algo mudado, novas opções no processo da escrita. Neste e no anterior. Bem, isto é uma percepção. Talvez a mudança esteja no meu olhar. A escrita corre solta.

Um beijo.

Leo Mandoki, Jr. disse... @ 23 de abril de 2009 07:41

eu usei aparelho qnd era garoto. E tive que extrair dentes pra o colocar. Tirando as aftas e as dores latejando por dentro da gengiva...o resultado é agradavel!
vc vai usar aparelho?

Elcio Tuiribepi disse... @ 23 de abril de 2009 08:20

OI Mai, do pouco que sei, sei pouco. Eu também...rsrs Sei muito bem, naquilo que errei. Mastigo bastante os alimentos antes de engolir. É isso aí, mastigar bem, ai fica mais fácil para digerir...rs
De asneiras aqui não tem nada, pelo contrário...
Um abraço na alma...bom feriado...

Letícia disse... @ 23 de abril de 2009 10:40

Desde ontem, quando vi o título, eu pensei: O que essa maluca aprontou? Mas já era tarde e deixei para ler hoje. Gostei de mode_la_dor. As pessoas andam se machucando tanto para ficarem bem esteticamente. Tudo bem se o problema for questão de saúde, mas beleza por beleza, dentes tortos têm sua vez também. Passa lá no Márcio que ele tem um texto muito bom sobre Arte e Beleza.

Bjos.

E o livro tá vindo.
E ainda continuo maluca. =)

Love u 2.

A Senhora disse... @ 23 de abril de 2009 13:18

Menina, ce acredita que eu também vou precisar? Além das minhas eternas dores de cabeça, eu ando destruindo os meus dentes com "bruxismo" (ironia...).
Se tudo já vem escrito na nossa genética, vamos discutir perfeição - nascemos ou não perfeitos? Sei lá! Quero mais é dormir sem dor de cabeça! Né não? ;)

Eurico disse... @ 23 de abril de 2009 15:48

Dauri, creio que a Mai anda mais "solta" nos últimos textos. Ela não gosta mesmo de breaks e freios.
Né isso Mai?
Anda a permitir um fluxo de consciência, que ela parteja, ou seja, guia com sua destreza em maiêutica. Até pq ela é cuidadora das psiquês. Partejar palavras, e parir "inutilidades" é do ofício de quem perscruta as aparências do dito, a investigar o não-dito.

Abraçamigo e fraterno.

A liberdade é mais importante que a dor.

... disse... @ 23 de abril de 2009 17:04

Obrigada!!!
Dei por mim a pensar... o que inventou ela desta vez e ao longo do texto o sorriso foi crescendo...até ao riso.
Vivam as sandices...que nos mantêm vivas!!!
Beijo e Abraço

TERE disse... @ 23 de abril de 2009 18:30

Só passei para deixar o meu abraço carinhoso e dizer que o seu blog foi selecionado para receber o selo Amizade e Informação. Por favor vá buscar o selo ao meu Blogue Docetere7

Doce afecto

Sam disse... @ 23 de abril de 2009 18:39

..Só sei que aqui cheguei, sorri com esses meus dentes tortos e aqui quero é ficar... com a sua Maieutica perfeita!

(Psiu:não me coloque uma fofura dessa na minha frente, querida!!!!!
Eu sou suspeita pra falar, mas me diga se tem como resistir a um soriso assim... aí é que o meu se alarga mais e os meus dentes que já são tortos, ficam muito mais.
E sei, eu sei...O importante é o sorriso caber, mas não cabe nem no coração, magina na cara! rs)

Beijos querida Mai!

AnaLuísa disse... @ 23 de abril de 2009 20:00

adorei mesmo! tu comparas tudo a tudo :o impressionante Mai!

obrigada pelas tuas palavras, são sempre as que me tocam mais $: *

mateo disse... @ 24 de abril de 2009 07:57

Subjugas-me na tua constante transgressão! Ou era a gramática ou a tua interioridade.
Acrescentas(?) uma nova: a física.
Não sei se não prefiro os dentes tortos e um pouco mais de celulite e de peso no peito...
Sei que mulher fotocho(u)pada(tratada a photoshop...) fica mais modelo mas... perde a gracinha toooda!
Gostos...
Beijos.

Oliver Pickwick disse... @ 25 de abril de 2009 10:09

E não esqueça de adicionar a este novo perfil, ir para a balada, passar uma tarde inteira no MSN, tomar vodka com Red Bull, questionar os seus pais, criar um fotolog, e, se for o caso, estudar o verbo "ficar". :)
Com se diz na roça, "tira textos ecxelentes do nada".
Um beijo!

P.S.: teiquirisi, aposto que ficará charmosa com o novo visual ciborguiano.

Postar um comentário

 

Seguidores

Links Inspirados