Inspirar-Poesia, um segundo sopro

a relatividade do lounge

Por Sueli Maia (Mai) em 3/10/2010
.
Existe um lugar onde as coisas se assentam sem pressa de ir. Nada a dizer senão ouvir e calar. Vinho, vulgos vultos, vozes. Música ao longe e lounge é um desses lugares em que a pensar ela se demora. Nada a fazer senão esperar ou sumir. Longe não tarda a chegar e ela já está bem perto.
.

15 comentários:

Marcelo Mayer disse... @ 19 de outubro de 2009 11:12

é como estar a frente de joão gilberto, diria.

Mirse Maria disse... @ 19 de outubro de 2009 11:18

A D O R E I!!!!!!

Nada a fazer, música ao longe, no lounge.

Esperar ou sumir!

Maravilhoso, Mai!

Beijos

Mirse

Caio Fernandes disse... @ 19 de outubro de 2009 11:46

lounges ... voce disse bem ... mas eles ainda me dao enjoos ...
gostei muito do "noviço " tambem , nao tinha lido !!

tenha uma fantastica semana Mai !!
beijos . Caio .

A Senhora disse... @ 19 de outubro de 2009 11:47

Ai, tudo longe no lounge... Gostoso chegar perto do pianista que toca no lounge. E o lounge fica perto-quieto-sossegado.

beijocas

Cris Animal disse... @ 19 de outubro de 2009 13:26

Oi Mai....
Isso me lembrou Richard Bach...

" Longe é um lugar que não existe"!

beijo pra vc

Lara Amaral disse... @ 19 de outubro de 2009 15:37

Preciso de um lugar assim...
Beijos para vc! Boa semana!

BAR DO BARDO disse... @ 19 de outubro de 2009 20:15

ao...





longe...

Layara disse... @ 19 de outubro de 2009 22:17

...delicia

preciso estar nesse lugar...preciso dessa paz.

beijos lilases!

Oliver Pickwick disse... @ 19 de outubro de 2009 22:48

... onde decerto se deliciará ao ouvir My Funny Valentine, no piano, em andamento allegro ma non troppo.
Salut!

Dauri Batisti disse... @ 10 de março de 2010 21:09

Em certas situações é tão bom esperar...

Beijo

Delirius disse... @ 10 de março de 2010 22:41

... a doçura deste fim de noite, que você me proporcionou...
Sei como é bom sentir-se assim cheia de amor... e a ansia do aguardar do momento...
ai... também queria assim um momento...hum!
Sabe que sou brincalhona, né?!
Beijos Mai, tem sono tranquilo.

Assis Freitas disse... @ 13 de março de 2010 16:33

É tudo tão lounge e perto, como essa batida que nos serve e nos sorve. Cheiro

Caio Rudá disse... @ 14 de março de 2010 15:58

esse espirou a vagareza de um domingo...

Leis e abusos contra o Meio Ambiente disse... @ 14 de julho de 2010 13:30

Boa tarde Mai, Que bacana! Eu gosto muito do teu Blog, já tinha visitado outras vezes. Eu passei minha adolescência em Nova Friburgo, em 1969 morávamos no interior de Teresópolis, em uma cidadezinha chamada Venda Nova e, nos mudamos para o Perice, já no finalzinho do ano e, só sai daí para ir morar em Petrópolis, onde vivi até 1999, fiz um concurso para fiscal de meio ambiente e, vim morar na região Norte do Estado, Campos dos Goytacazes, é isso, grato pela atenção abraços.

Leis e abusos contra o Meio Ambiente disse... @ 14 de julho de 2010 13:30

Boa tarde Mai, Que bacana! Eu gosto muito do teu Blog, já tinha visitado outras vezes. Eu passei minha adolescência em Nova Friburgo, em 1969 morávamos no interior de Teresópolis, em uma cidadezinha chamada Venda Nova e, nos mudamos para o Perice, já no finalzinho do ano e, só sai daí para ir morar em Petrópolis, onde vivi até 1999, fiz um concurso para fiscal de meio ambiente e, vim morar na região Norte do Estado, Campos dos Goytacazes, é isso, grato pela atenção abraços.

Postar um comentário

 

Seguidores

Links Inspirados