Inspirar-Poesia, um segundo sopro

DESEJOS...

Por Sueli Maia (Mai) em 12/29/2008
...
...

.............................................................................. Aqui ainda chove. Um hoje molhado e cansado numa ressaca de vinho e de chuva. Chuva de esperança e desejos, num verão preguiçoso que teima, em repousar sob nuvens. Ali ainda há desejo... Desejo de pele, de prazer e de amor que espero, eu e tu encontremos, sempre. Aqui, ali ou em qualquer lugar desse mundo sem fronteiras, desejo que encontres um sentido para tua vida. E depois de amanhã, quando estiveres cansado, bem cansado... Ainda assim, tu queiras viver, renovar a vida e não sejas mais, tão só. Desejo que tenhas um alguém para amar, te amar e te fazer feliz. Que em qualquer lugar, em todo lugar, em cada canto do mundo, multipliquem-se os amigos. Que os Amigos se amem, confiem, se abracem e recomecem, sempre, um novo caminhar... Desejo que faças muitos amigos, aonde quer que vás... Em todas as estradas da vida, em todos os caminhos, que faças amigos, onde quer que eles estejam. Desejo que tu, consigas confiar... Que escolhas viver. Porque apesar de todas as dores, a vida, também tem suas delícias... Desejo que acredites no amor e que acredites que o amor, existe de verdade, em tua vida, ao teu redor... Sempre haverá alguém que te ama. Amigo, neste novo ano que está chegando, eu desejo que tu, desejes, muito e mais...
...
...

A todos os amigos do ontem, de hoje
e de um possível amanhã, eu desejo
que 2009 seja um ano muito especial.
Que tenhamos amigos, que saibamos amar...
...
...

48 comentários:

Esther disse... @ 29 de dezembro de 2008 21:15

Palavras pintadas com multicores dos seu belo coração,

deixo para vc um pensamento que gosto muito:

"O dia de ontem é apenas um sonho. O amanhã, uma simples visão. Mas o dia de hoje, bem vivido, faz de cada dia passado um sonho de felicidade e de cada dia futuro uma visão de esperança. Sejamos pois, cuidadosos com o dia presente."

Do Sânscrito



abraço de urso, com carinho,

Márcio Ahimsa disse... @ 29 de dezembro de 2008 21:16

Mai,
pois sim, que tomo posse desse texto teu, e desejo o vento correndo lento sobre meus pés, desejo sede, desejo deserto, para sentir-me sozinho e depois saciar, com amigos, com pele, boca e saliva. Eu desejo vida, desejo saídas inesperadas por caminhos desconhecidos, desejo que as crianças ensinem os adultos, desejo, indulto, o amor. Desejo fruto proibido, desejo a libido mais profana, desejo passear num fim de semana e me esbarrar em algum amigo desconhecido. Desejo me fazer vencido para depois descansar, calado, aos braços da minha amada, que nem sequer, conheço. Desejo um preço, desejo um lenço, o mel e o fel, do sabor que há na vida, para sair ileso, em despedida de mim, e me encontrar num jardim de margaridas com palavras coloridas, assim, como essas tuas.

Beijos ternos, abraços no enlaço da tua amizade.

Um carinho em ti, candura.

Márcio Ahimsa disse... @ 29 de dezembro de 2008 21:23

Ah, Mai, você que sempre me emociona com seus comentários repletos de carinho, repletos de luz. Sobre sensibilidade, é algo natural em mim, e sempre procuro ser como sou, sem camuflagem alguma, sinto as coisas simplesmente, como o vento que bate em seus cabelos.

Beijos querida.

tossan disse... @ 29 de dezembro de 2008 21:33

Dizer o que? Que este texto é maravilhoso? Dizer que é o mais puro lirísmo de uma grande escritora que adoro ler. Não chega! Já estou ficando repetitivo demais! Bj

quando partistes
não chorei
não odiei o tempo
não simulei tristezas
não reclamei das chuvas
e nem da multidão
apenas da saudade

Nuno de Sousa disse... @ 29 de dezembro de 2008 21:54

Lindo o teu amor que tens pela escrita e não só calculo eu :-)
Amiga qu etenhas um excelente ano de 2009 e que este seja um grande ano para ti... boas entradas e um tchim tchim à amizade
Bjocas grandes de Portugal
Nuno

Elcio Tuiribepi disse... @ 29 de dezembro de 2008 22:08

Mai Deus...que texto Mai bonito...se fosse colorido, seria um arco-íris, se fosse em preto e branco, seria mistura de raças, se não fosse nada, ainda assim seria tudo de bom...
Juro que estou tentando devolver tuas palavras Mai, mas, não tem jeito, elas apesar de suas, ficam com a gente, viajando dentro da alma...dizer o quê...que coisa Mai...mai...mai bonita...arrebentou...um abraço na alma

Dauri Batisti disse... @ 29 de dezembro de 2008 22:44

Obrigado pelos desejos, bons desejos... tudo para você. Todos os bons desejos pra você também. Dias lindos, ano bom, bom, bom...

Beijo.

FRAN "O Samurai" disse... @ 29 de dezembro de 2008 23:32

Oi querida!

Por muitos blogs já passei, mas esse com certeza, possui a maestria dos sentimentos nas palavras. São palavras que tocam a nossa alma e nos enriquece de amor.

Desejo a ti muito amor, muita paz, amizade, saúde, prosperidade e acima de tudo isso, que Deus sempre observe seu caminho por onde caminhar.

Beijos e que 2009 possamos seguir em frente com nossos blogs e espalhar palavras para quem quiser ler e vivê-las.

FELIZ 2009!

Agradeço por ter sua amizade.

Arigatô.

Monday disse... @ 29 de dezembro de 2008 23:33

Ah, menina Mai, e eu que pensei que leria um último composto a te embelezar o texto ... rsss
Teu desejo é meu sonho, que as pessoas façam o que escreveste ... eu te garanto que farei o meu e te deixarei feliz por isso ...

e enquanto 2009 não vem, aproveito pra te contar que teu blog já está com link no meu novo espaço ... afinal, sempre é bom indicar quem se gosta pra quem gosta da gente, não?

muitos happíes pra ti ...

Qualquer Um disse... @ 29 de dezembro de 2008 23:36

Cara Mai,

Outro belo exemplar dos textos de muita cor. Tom de emoção.
Sempre fortes.
Lembrou-me um trecho de um poema de Adelia Prado
"não quero faca nem queijo. Quero a fome".

Um ab
Edu

iara disse... @ 30 de dezembro de 2008 02:02

e que esses lindos desejos, humanos e divinos, estejam ao alcance de todos e se espalhem como suas palavres, que parecem um doce beijo ao vento!
por isso é sempre bom vir aqui.
feliz 2009

Léo Mandoki, Jr. disse... @ 30 de dezembro de 2008 08:39

....eu não sou mto de desejos...
para mim....sempre me orientei por objetivos, mas objetivos envolvidos com uma grande dose de realidade, pq sonhar pode ser algo mto perigoso...
imagine que o meu desejo para 2009 seria ser um premio Nobel da Paz!! bom eu iria fazer o meu pedido na virada do ano, brindar, tomar banho de mar, encher meu coração de desejo, mas....infelizmente..ele não iria se concretizar em 2009...e se em vez de 1 tivesse 10 desejos irrealizáveis...e se eu fizesse isso todos os anos....a minha vida seria um ACÚMULO de desejos não realizados...e de quem foi a culpa? foi da vida? foi do outro? foi de Deus ou dos deuses? NÃO! foi MINHA..minha culpa exclusiva....
Por isso, desejar, sonhar..requer responsabilidade...pq só quem deseja e sonha com responsabilidade é que pode ter a esperança de ser feliz.
..............
Quanto ao amor....
o amor não é um vírus que se pega em qq esquina...as vzs encaramos o amor assim...tipo «Espero que em 2009 me chegue o amor»...Bom o amor não chega! como se fosse chuva ou vírus...
o amor é exercício...de todas as pessoas que nos são próximas...devemos amá-las como se fosse um exercício diário..
Mas o amor romantico..o amor dos amantes?
esse está em grande parte na nossa disponibilidade de aceitação...as vzs conhecemos um colega de trabalho, uma garçonete, uma vizinha, uma pessoa qq...só a conhecemos de vista...sentimos que existe algo (esse algo é a semente do amor), mas racionalmente não estamos disponíveis, decidimos ter o coração fechado e encontramos varias razões para não nos aproximarmos....ao fazermos isso estamos diminuindo o leque de hipoteses do amor....e geralmente são pessoas assim que na virada do ano desejam o AMOR...é um paradoxo!
......
por isso, os meus desejos (ahahahah!) para 2009 são:
1. inteligencia para dimensionar a realidade dos sonhos
2. perseverança para exercitar o amor todos os dias
3. diminuir os preconceitos e manter o coração aberto
e por fim:
4. Que se mantenha saudável, pq uma boa parte da nossa felicidade vem de um corpo são!

ehehehehehehhehe
tu as vzs mereces posts deste tamanho!
beijos

Esther disse... @ 30 de dezembro de 2008 10:10

Oi querida,
passando de novo para
compartilhar esse texto
inspirado de Drummond:


Cortar o tempo

“Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,

a que se deu o nome de ano,foi um indivíduo genial.
Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente”


Carlos Drummond de Andrade




bjs

Mai disse... @ 30 de dezembro de 2008 16:02

Olá, Esther.

São desejos sinceros, amiga.
E,gosto muito desses versos de Drummond.
E, estas fatias de tempo, nos alimentam um recomeçar.
Que recomecemos, sempre, Esther.
Que as amizades se fortaleçam neste porvir, que nos amemos e nos respeitemos mais, nesse devir que é a vida...
Muito carinho,admiração e gratidão, sempre...

Mai disse... @ 30 de dezembro de 2008 16:08

Olá, Márcio.

Sempre acreditei que as relações interpessoais, em qualquer modalidade, funcionam, em dinâmicas diferentes.
Assim, tudo quanto manifesto para ti é, na verdade, uma retribuição ao teu carinho e candura.

Sê Feliz, amigo!

Mai disse... @ 30 de dezembro de 2008 16:09

Oi, Tossan.
Eu morro de rir dos teus exageros e me comovo com tuas palavras. Assim, consegues alimentar, aspectos distintos em minhas emoções.Eu adoro quem faz isto, porque assim, exercito-me mais...

Carinho, sempre.

Mai disse... @ 30 de dezembro de 2008 16:10

Olá, Nuno.

Brindemos à amizade.
Tu, amigo, apaixonas pelas belas imagens que veiculas em teu espaço.

Carinho, sempre...

Mai disse... @ 30 de dezembro de 2008 16:11

Olá, Élcio.
Acho muito interessante o teu jeito de comentar.
Sempre encontras uma via inédita.
Carinho, Élcio.
Que possamos estreitar laços de amizade.

Mai disse... @ 30 de dezembro de 2008 16:14

Olá, Dauri.
Que desejes também e que os possa realizar.
Carinho, sempre.

E beijo-te, também.

Mai disse... @ 30 de dezembro de 2008 16:15

Olá, Fran.
Não é intencional emocionar. A minha emoção sim, esta é transparente e real, e a manifesto, sempre. Se toca a tua alma e isto for bom para ti, fico feliz.
Abraços.

Mai disse... @ 30 de dezembro de 2008 16:17

Olá, Monday
Agradeço as tuas palavras.
E irei visitar-te, sempre.

Carinho e um 2009 muito especial

Mai disse... @ 30 de dezembro de 2008 16:18

Olá, Edu.

Sim, Edu, a fome de vida... esta, não quero aplacar...
Mas quero te agradecer este caminhar, juntos...
Sempre me fazes pensar. Gosto disto, gosto muito.

Carinho, Edu.

Dois ab
Mai

Mai disse... @ 30 de dezembro de 2008 16:21

Olá, Iara.
Tu viste bem, como sempre... Há desejos intraduzíveis... Divinos... Mas, tu que sempre citas belas músicas, sabes que “... os sonhos não envelhecem...”

Que o desejo de cada um, seja realizável.
Que sonhemos sonhos plausíveis, concretizáveis...

Carinho,

Mai disse... @ 30 de dezembro de 2008 16:30

Olá, Léo.

Eu te confesso, adoro teus comentários.
Sempre crítico e inteligente, acabas me ensinando coisas mas, sobretudo, me divertes, com esta espécie de “transtorno opositor” que sempre manifestas...Mas, quanto mais afirmamos, mais negamos e, o oposto, idem...rss

Léo, tu, também desejas, claro...
Só que os teus desejos, não são pueris...
Destes a eles o nome de “objetivos”...
Também não são objetivos simples, são envolvidos em grande dose de realidade...
Isto é ótimo.
E, seria uma boa receita para os que padecem de intolerância à frustração...
Não vou imaginar que, logo tu, irias desejar utopias, como o Prêmio Nobel da Paz!! Justo tu? Ah! Não!
Mas gostei dos teus desejos...
E desejo que os alcances.

Não tem problema quando comentas assim...
Gosto muito de ler-te, sempre...
E também aprendo contigo.
Desta vez, aprendí que é preciso ser responsável, em meus desejos e, se eu conseguir ser menos romântica, darei a eles, o nome de "Objetivos".

Amigo, beijos para ti, também.

Eurico disse... @ 30 de dezembro de 2008 16:57

Mai, carinho pra ti...
Que os teus desejos sejam todos realizados.

poetaeusou . . . disse... @ 30 de dezembro de 2008 18:04

*
vagas de amizade,
nas marés de 2009
desejo,
,
conchinhos,
deixo,
,
*

Multiolhares disse... @ 30 de dezembro de 2008 20:43

A vida não é só coisas boas, nem más pois em tudo existe a dualidade, ainda bem que é assim.

Um bom ano para ti cheio de paz e ternura
beijinhos

Jo Bittencourt disse... @ 30 de dezembro de 2008 22:26

Ei Mai,


ótimo novo ano, q este possa trazer muitas inspirações, saúde e sucesso para todos nós.

grande beijo!

Sun(shine) , «3 disse... @ 30 de dezembro de 2008 23:16

Olá Mai :)
Bem, faço das tuas palavras, as minhas e muitas mais. Desejo-te um 2009 estrondoso, com tudo de mais maravilhoso que 2008 possa não ter sido capaz de lhe trazer. Que inicies e mantenhas o teu ano em grande e que, principalmente, continues sempre por aqui, com as tuas palavras e o teu mundo de emoções que emociona todos e mais alguns e que me deixa cada vez mais fascinada e me faz aprender mais e mais :)


Quanto ao meu blog...sim, eu disse que o manteria por aqui, mas tenho um espírito demasiado livre, que não é de se fixar durante muito tempo num mesmo lugar...já tentei mudar, mas não consegui...
Por isso, resolvi aninhar-me apenas ali no blog do meu irmão...enquanto não encontro uma nova casinha para mim...
Mas tou por aqui ! :)
Ele vai tar um bom tempo fora, aliás, já está...e só volta em fevereiro, por isso eu vou ficar responsável a tempo inteiro pelo seu cantinho :* ( ou pelo menos vou tentar...)

Passarei aqui, sempre que o tempo assim o permitir =)

beijinho grande e boas entradas**

Vivian disse... @ 31 de dezembro de 2008 01:44

Amore,


"Se houver luz na alma,
Haverá beleza na pessoa.
Se houver beleza na pessoa,
Haverá harmonia no lar.
Se houver harmonia no lar,
Haverá ordem na nação.
Se houver ordem na nação
Haverá paz no mundo."

Antigo Provérbio Chinês

...é com estas palavras
que eu deixo a você,
que esteve comigo durante
este 2008, meus sinceros agradecimentos por ter
me dado a chance de cruzar
teu caminho, e assim tornar-me
um ser melhor.

que 2009 seja pra você,
o porto de todas as
realizações...

um beijo, linda!

Bill disse... @ 31 de dezembro de 2008 09:17

Dona moça ...
Que 2009 seja pura poesia, verso e prosa...
Que os sonhos se realizem e que novos possam ser criados...

Que seja um ano doce (=

Feliz ano novo para tu e todos os seus (=

:*

Zira disse... @ 31 de dezembro de 2008 09:20

Bom Ano!

"Um Ano Novo vai chegar a esta estação.
Se não puder ser o maquinista, seja o seu mais divertido passageiro.
Procure um lugar próximo à janela desfrute cada uma das paisagens que o tempo lhe oferecer, com o prazer de quem realiza a primeira viagem.
Não se assuste com os abismos, nem com as curvas que não lhe deixam ver os caminhos que estão por vir.

Procure curtir a viagem da vida, observando cada arbusto, cada riacho, beirais de estrada e tons mutantes de paisagem.
Desdobre o mapa e planeje roteiros.
Preste atenção em cada ponto de parada, e fique atento ao apito da partida.
E quando decidir descer na estação onde a esperança lhe acenou não hesite.

Desembarque nela os seus sonhos...
Desejo que a sua viagem pelos dias do próximo ano, seja de

PRIMEIRA CLASSE "
Beijo!
Zira

Mai disse... @ 31 de dezembro de 2008 10:05

Olá, Eurico - amigo.

Quero que saibas que desejo-te, sempre, o melhor que puder te acontecer.
Qe mesmo diante das adversidades, que a vida, por vezes, reserva, que saibamos transformar, transmutar, brincar...
2009 especial!
Carinho, sempre.

Mai disse... @ 31 de dezembro de 2008 10:07

Olá, Poeta.

Aqui neste espaço e em meu coração, sempre haverá vagas aos amigos e às amizades.
Assim, que em 2009, as amizades sejam despojadas de medos e reservas.
Que estejamos mais unidos pela poesia.

Carinho, sempre.

Mai disse... @ 31 de dezembro de 2008 10:09

Olá, Luna.

Eu não temo ser repetitiva, ao dizer que, mais uma vez, tens razão. Pactuo do teu pensamento em que o dual, o ser que compatibiliza ambas ou múltiplas possibilidades, é um Ser, mais equilibrado, em sua forma de existir no mundo.

Luna, que 2009 nos aproxime, fortaleça a amizade, a confiança.
Que seja um ano especial para ti e os teus.

carinho, muito, muito...
E admiração!

Mai disse... @ 31 de dezembro de 2008 10:11

Olá, Jo.

Fico muito feliz em encontrar jovens como tu, tão linda, interessada em poesia.
Tua beleza, então, se amplia diante dos meus olhos.

Volta sempre e, por favor, comenta o que desejares.
Este espaço é teu, também.

Carinho, sempre.

Mai disse... @ 31 de dezembro de 2008 10:13

Olá, Sun.

Linda Luz, compreendí. E espero que estejas bem.
Mas, estejas onde estiveres, lembra-te sempre de nos deixares as pistas, os sinais, os caminhos onde te encontraremos.
Não prescindo de te ver e ler.

carinho, sempre.

Que 2009 seja muito, muito especial para ti.

Mai disse... @ 31 de dezembro de 2008 10:14

Olá, Vivian.

Eu agradeço todas as palavras que aqui deixaste mas, principalmente as palavras que escreveste lá, em teu espaço "In Foco".
Porque consegues, sempre, apropriar recortes para as reflexões diárias.

carinho, Vivian.

que 2009 seja muito especial para ti, também.

Mai disse... @ 31 de dezembro de 2008 10:17

Olá, amigo-Bill.

Adoro o que postas naquela "Realidade-torta"...
Mas, sinceramente, adoraria, mais ainda, que os governantes do mundo, nos presenteassem com uma Realidade Menos torta.

Amigo, seja 2009, um ano de muitas amizades e especial para ti.

carinho, sempre.

Mai disse... @ 31 de dezembro de 2008 10:21

Oh! Minha Amiga querida, Linda-Zira...
Não imaginas quanta alegria dás ao meu coraçãozinho, hoje...
Querida, que a beleza da mensagem que aqui postas, seja espelho para a tua vida, tua família e teus dias que virão, em mais um ano que, simbolicamente recomeçamos.

Zira, convido-te a voltares, sempre...
Convoco-te a te inspirares aqui, neste espaço que é para amigos, poetas, viventes e amantes do amor, da poesia e da vida.

Não prescindo mais de tua visita e teus comentários.
Este espaço, a partir de agora, também é teu.
Volta sempre!
Grata pela visita, mensagem e carinho.


Feliz 2009! Para ti, Miguel, teus filhos, noras e Miko.
Paz! Amiga-linda! Saúde!
Tim-tim...

Germano Xavier disse... @ 31 de dezembro de 2008 10:30

O essencial, Mai, como você mesmo disse no texto, é nunca deixar de desejar, de querer. E melhor ainda se esse desejo for sempre para o bem, e não para o mal.

E em 2009 continuaremos, sim.
Porque 2009 já é amanhã e hoje.

Um carinho.
Feliz tudo pra você, Mai.

Mai disse... @ 31 de dezembro de 2008 10:46

Olá, maninho...

Feliz tudo... Isto é o mínimo que te desejo, também.

Adorável-Poeta, já sabes o que sinto e o quanto me emocionas.
Continuemos...Sempre...

Carinho tanto... Carinho imenso...

Eurico disse... @ 31 de dezembro de 2008 11:59

Que o ano novo, a nova translação, te seja renovadora e cheia de paz!!!
Saúde pra ti e pros teus entes queridos!!!

paula barros disse... @ 31 de dezembro de 2008 13:28

Mai,
foi ótimo esse encontro virtual, e fico a pensar que não devemos deixar para depois o que podemos e queremos fazer, e queria e desejava conhecê-la e achando ter muitos dias pela frente, tornou-se dia nenhum.

Gosto da sua forma de lidar com as palavras, de juntá-las, trazendo sempre mensagens, pensamentos, bonitos, harmoniosos, poéticos.

felicidades para você e o que aqui está nos desejando, desejo para você também.

"Tudo na vida exige conquista. Muita luz, na escolha do seu caminho".

abraços com carinho e admiração.

Mai disse... @ 31 de dezembro de 2008 17:20

Oi, Eurico, eu te agradeço os votos, e retribuo.

Desejo-te muita inspiração, ignição e amor. Que esta tua companheira te ame, o quanto e o tanto do teu amor.

Paz!

Mai disse... @ 31 de dezembro de 2008 17:24

Olá, Paula.

Teu comentário me emocionou.
Não há palavras mais, disponíveis a um alguém no limite de suas forças.
Mas te agradeço, imenso, cada gesto, cada telefonema, cada palavra falada, ouvida, escrita.

Quero sim, estreitar laços...
Quero sim, desfrutar da tua amizade.
Quero ainda, desejar-te tudo. Muito e tudo o que desejares...

Carinho, sempre.

Germano Xavier disse... @ 1 de janeiro de 2009 10:11

Já é 2009, Mai!

Continuemos...

Mai disse... @ 1 de janeiro de 2009 10:41

rsss....continuemos, claro!
Por onde, Germano? Esquerda, direita, para trás ou para frente?
Ou Apenas continuemos poemando e amando?
Me guiarás?
Se continuares, continuarei e assim,
Continuemos... Este ano, também...

Carinho, Germano-mano, muito e sempre...

Postar um comentário

 

Seguidores

Links Inspirados