Inspirar-Poesia, um segundo sopro

incité

Por Sueli Maia (Mai) em 8/18/2009
.
Bonsoir! É um paraíso esta cidade. Eu ouço incité e estou excitada, aguardando a tua chegada. Paraíso, campos elísios, e eu te espero com um sorriso no rosto e estou indo a gosto, com gosto e há gosto para tudo, eu sei. Agosto esperando setembro e num site francês eu vi um magné passeando em Champs Elysées com penacho e cocá. Paris está em festa, é teu aniversário e aqui do platô eu avisto aviões, degusto aviú com farinha, regado à suco de umbú e me lembro de ti. Estou lendo um e-book em francês porque por aqui, o l’argent, na real, tá difícil, é suado e eu tenho o carnê do meu carro prá pagar. Em suma, presumo que estejas de posse do teu território. E respeitarei a tua decisão, mas repetirei o que conversamos em março e direi novamente: Ame, Ema, ame! Eu daqui vou amando também. Tome posse e governe o que é teu. Ai onde estás é teu território, tua terra, teu País, ai é teu estrangeiro. Esse é o teu poder, mas não te esqueças, o poder é algo que não se detém, porque ele escapa. Há forças indómitas que bem sabes, carecem de lutas e são plenas em resistências e dores. Finca a tua bandeira, reforça as tuas defesas e te embala na rede com esses teus sonhos de uma vida radical. Mas somos felizes no chão e somente quem é forte consegue assumir sua fragilidade e hoje eu estou frágil, amiga, e estou à caminho e te esperarei ouvindo incité. E daqui desta minha cidade, mon coeur, eu te deixo um, Bonne nuit!
*
.
.
.

17 comentários:

Ricardo Valente disse... @ 17 de agosto de 2009 19:25

Se tivesse livre para ir a Paris ver a Ema, eu iria!
Beijo!
(é bem disso que to precisando)

Mateus Araujo disse... @ 17 de agosto de 2009 19:32

Não sabia que sabia essa lingua doida aí! skoaska

Senti tua força e também tua sensibilidade.

Tua amizade é importante! ♥
Foi importante.. e sempre será!

Bjão

tossan® disse... @ 17 de agosto de 2009 23:18

Bonsoir! Eu vou à Paris... Bonne nuit! Belo texto! Beijo

PS: Esta edição merece uma foto vou te enviar

Cris Animal disse... @ 17 de agosto de 2009 23:37

Ahhhhhhhh Mai !
Seria um bilhete, um mero recadinho se não estivesse tão cheio de amor e tão cheio de conselhos de quem compreende com tanta docilidade apesar das lutas, a leitura magistral da vida!
Senti uma saudade doida de uma amiga que está em Paris: Gina...
Planos para ir vê-la em setembro...quem sabe, mando recado para Ema!
Lindo, nostálgico, terno.
Beijo, Querida!

Osvaldo disse... @ 18 de agosto de 2009 03:08

Mai;

C'est simplement merveilleux ça que tu viens de publier.
J'adore comme tu à écrit c'ette cronique de desaroi, de detresse, d'insatisfation et même comme ça, tu reste toujours toi!...
Mai, écoute moi,... ne change pas pas Rio par Paris, parce que ce Paris est "La Ville Lumière", Rio est "La Ville de L'Amour".

Gros bisous,
Osvaldo

Luísa disse... @ 18 de agosto de 2009 03:41

Je suis enchanté avec este texto!
Paris será sempre Pars, um território do mundo para o mundo!
Beijinho terno!

Rafael disse... @ 18 de agosto de 2009 05:16

Eu não entendi direito sua interpretação do meu último texto, mas eu gostei bastante;;;
AHuahuAH
Sabe, no dia que eu publicar meus escritos num livro, eu vou incluir alguns comentários do blog, e os seus com certeza vão estar entre os selecionados... Eles são sempre tão articulados e ricos em imagens e sei lá o que mais, hehe
Bjsss

nina rizzi disse... @ 18 de agosto de 2009 10:28

um montão de referências. gosto de ler um texto e encontrar outros já lidos,músicas ouvidas e cantadas.

envie junto com a carta um exemplar do príncipe do mauiavel ;)

beijo.

Márcio Ahimsa disse... @ 18 de agosto de 2009 10:41

agora, pela manhã silenciosa, com uma canção de Chico Buarque fazendo fundo para meu dia preguiçoso, eu te desejo bonjour, com esse azul iminente de te sorrir orvalhos pelos meus olhos num embevecimento sem fim.


Beijo, querida. Ótimo dia para ti.

A Senhora disse... @ 18 de agosto de 2009 10:48

Bonjour! :)
Paris pode ser bela, mas eu não trocaria minha feia São Paulo por ela.
Porque onde piso é chão de sonhos a serem realizados. Paris é só sonho.
Por isso é bom sonhar com Paris... :)

Salut, ma chéri.

Marcos Satoru Kawanami disse... @ 18 de agosto de 2009 12:08

sans l'argent à Paris est chiquenoúrtimo. de que vale la poche avec beaucoup de merreca à la ville de Nhandeara-City?

paix et bien
marcos

Juliana Porto disse... @ 18 de agosto de 2009 13:10

Tenho uma grande amiga a caminho de Paris essas horas.
Vou lembrá-la de algo que escreveu aqui:

"Finca a tua bandeira, reforça as tuas defesas e te embala na rede com esses teus sonhos de uma vida radical..."

Acho que será útil!
Grand blog, chéri.

Baisers.
=***

Beto Canales disse... @ 18 de agosto de 2009 13:41

Difícil...
mas bom...

Mirse disse... @ 18 de agosto de 2009 14:34

Mai!

Vim retribuir a visita e fiquei encantada com seu espaço e sua prosa poética!

Sei que em Paris tudo respirando Arte e Poesia, "le incité" c'est très facille!

Parabenizo-a!

E enquanto aqui ainda é tarde, Bon soir!

Beijos

Mirse

Batom e poesias disse... @ 18 de agosto de 2009 18:42

Encantei-me, comovi-me...
Viajei: Paris-Sâo Paulo-Mente-Coração.
Viagem cheia de conexões, imagens, lembranças e sensações.

Mai...
Mais...

bjs
Rossana

Rafael Belo disse... @ 18 de agosto de 2009 21:58

Ah, França o país que cuida dos seus e dos que lá estão sem cobrar... Bonne nuit! Belo querida.
ps: ah outro selo pra ti.
ps2: mudei o layout do livro virtual secreto seleto ehheh bons sonhos.

Jose Ramon Santana Vazquez disse... @ 19 de agosto de 2009 07:59

amar, sentir y v vir
todas las sensaciones
que den paz En este tiempo
para descansar, inspirar poesia
,
sosiego y
tranquildad a nuestro corazon.
Desde mis HORAS ROTAS,
y AULA DE PAZ
un afectuoso abrazo y
cariño compartido
siempre desde el alma
saludos
de amistad:
---Jose Ramon---

Postar um comentário

 

Seguidores

Links Inspirados